terça-feira, 7 de agosto de 2012

Caetano Veloso uma poesia musical...Salve sua genialidade!

Ele viveu tempos de fartura na musicalidade brasileira, tempos de bossa nova, jovem guarda... participou dos grandes festivais levando a loucura a platéia do  terceiro Festival de Música Popular Brasileira (TV Record, outubro de 1967),ao som de guitarras elétricas do grupo argentyino Beat Boys, neste mesmo festival  Gilberto Gil, interpretou Domingo no Parque. Foi desta maneira que eles iniciaram o  Tropicalismo, um movimento  que fez ferver ainda mais a MPB. Salve Caetano Veloso! Parabéns pelo seu aniversário.   Ana Marly de Oliveira Jacobino

                              Caetano Veloso canta "Alegria Alegria"

                         http://www.youtube.com/watch?v=p4srizmb8B4
Caetano Emanuel Viana Teles Veloso nasceu a 7 de agosto de 1942, em Santo Amaro da Purificação, Bahia. Filho de José Telles Veloso, funcionário público do Departamento de Correios e Telégrafos, e de Claudionor Vianna Telles Veloso, mais conhecida como dona Canô. Tem sete irmãos: Nicinha, Clara, Mabel, Irene, Rodrigo, Roberto e Maria Bethânia (cujo nome escolhera por causa de uma valsa do compositor pernambucano Capiba). 
Iniciou a carreira interpretando canções de bossa nova, sob influência de João Gilberto, um dos ícones e fundadores do movimento bossa nova. Colaborou com os primórdios de um estilo musical que ficou conhecido como MPB (música popular brasileira), deslocando o melodia pop na direção de um ativismo político e de conscientização social. O nome ficou então associado ao movimento hippie do final dos anos de 1960 e às canções do movimento da Tropicália. Trabalhou como crítico cinematográfico no jornal Diário de Notícias, dirigido pelo diretor e conterrâneo Glauber Rocha
Desde o início da carreira, Veloso sempre demonstrou uma posição política contestadora, sendo até confundido como um militante de esquerda, ganhando por isso a inimizade do regime militar instituído no Brasil em 1964 e cujos governos perduraram até 1985. Por esse motivo, as canções foram frequentemente censuradas neste período, e algumas até banidas. Em 27 de dezembro de 1968, Veloso e o parceiro Gilberto Gil foram presos, acusados de terem desrespeitado o hino nacional e a bandeira brasileira. Foram levados para o quartel do Exército de Marechal Deodoro, no Rio, e tiveram suas cabeças raspadas.

Ambos foram soltos em 19 de fevereiro de 1969quarta-feira de cinzas, e seguiram para Salvador, onde tiveram de se manter em regime de confinamento, sem aparecer nem dar declarações em público. Em julho de 1969, após dois shows de despedida no Teatro Castro Alves, nos dias 20 e 21, Caetano e Gil partiram com suas mulheres, respectivamente as irmãs Dedé e Sandra Gadelha, para oexílio na Inglaterra.
Música de Caetano Veloso, "Tropicália" é um dos ícones do movimento tropicalista e faz parte do disco solo de estréia de Caetano, lançado pela gravadora Philips em 1968.
                                           Ele é um poeta na essência da palavra...
Caetano Veloso é considerado um dos artistas brasileiros mais influentes desde a década de 60 e já foi chamado de "aedo pós-moderno".Em 2004, foi considerado um dos mais respeitados e produtivos músicos latino-americanos do mundo, tendo mais de cinqüenta discos disponíveis e canções em trilhas sonoras de filmes como Hable con Ella de Pedro Almodovar e Frida de Julie Taymor. Ao longo de sua carreira, também se converteu numa das personalidades mais polêmicas e com maior força de opinião nacional. É uma das figuras mais importantes damúsica popular brasileira, considerado internacionalmente um dos melhores compositores do século XX, sendo comparado a nomes como Bob DylanBob Marley e Lennon/McCartney.
Sinta a música e vibre com a beleza da poesia de Caetano Veloso - Você é linda
                            Página oficial
Veloso, Caetano. Alegria, Alegria.Rio de JaneiroPedra Q Ronca, 1997.
Veloso, Caetano. Verdade tropical.São PauloCompanhia das Letras, 1997.
google  youtube                               Um convite para você muito especial
Novo endereço para o Sarau Literário Piracicabano do dia 14 de Agosto de 2012 (Biblioteca Municipal de Piracicaba na  rua Saldanha Marinho, 333 – Centro ) vai homenagear   Paulo Leminski, compositor, poeta e escritor  e Carlos Roberto Furlan, professor, escritor, compositor e músico 
                                   Tema: "Poesia um bem que revitaliza a alma"
Carlos Roberto Furlan professor, escritor, compositor e músico 

Um comentário:

  1. Olá,
    Bem bacana a postagem!
    Abraços,
    Zuza Zapata
    www.zuzazapata.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário