terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Deus está aqui na Agenda...

"Nunca é tarde ou cedo demais para reinterar sobre a genialidade deste que foi o maior de todos na nossa Santíssima Trindade, ele, o Pai, nesta trindade musical: Johann Sebastian Bach ! A sua vida foi marcada pela música . Deixou impresso a sua grandiosidade na melodia, mas, como todo gênio, a inveja dos seus contemporâneos o traiu,  e ,foi incompreendido e esquecido no seu tempo, chegando a  passar fome junto com a sua família. Somente em 1829,  Felix Mendelssohn regeu a Paixão Segundo São Mateus em Berlim,  e resgatou definitivamente a sua obra. Bravo!
Ouça e se emocione com J. S. Bach - "Jesus bleibet meine Freude" BWV 147 :
                                                http://youtu.be/d9EN27Zh_vg
                                                     Johann Sebastian Bach
Nascido em uma família de longa tradição musical, cedo mostrou possuir talento e logo tornou-se um músico completo. Estudante incansável, adquiriu um vasto conhecimento da música europeia de sua época e das gerações anteriores. Desempenhou vários cargos em cortes e igrejas alemãs, mas suas funções mais destacadas foram a de Kantor da Igreja de São Tomás e Diretor Musical da cidade de Leipzig, onde desenvolveu a parte final e mais importante de sua carreira. Absorvendo inicialmente o grande repertório de música contrapontística germânica como base de seu estilo, recebeu mais tarde a influência italiana e francesa, através das quais sua obra se enriqueceu e transformou, realizando uma síntese original de uma multiplicidade de tendências. Praticou quase todos os gêneros musicais conhecidos em seu tempo, com a notável exceção da ópera, embora suas cantatas maduras revelem bastante influência desta que foi uma das formas mais populares do período Barroco.
 Seus pais morreram antes que completasse 10 anos e a continuação de sua formação musical ficou a cargo de seu irmão, Christoph, que trabalhava como organista em Ohrdruf, cidade próxima, onde passariam a morar. Aos quinze anos, Johann Sebastian ingressou na escola de São Miguel de Lünenburg, onde cantaria no coro da igreja e teria ensino formal de música.
 Sua habilidade ao órgão e ao cravo foi conhecida, enquanto viveu e se tornou legendária, sendo considerado o maior virtuose de sua geração e um especialista na construção de órgãos. Também tinha grandes qualidades como maestro, cantor, professor e violinista, mas como compositor seu mérito só recebeu aprovação limitada e nunca foi exatamente popular, ainda que vários críticos que o conheceram o louvassem como grande.
Na apreciação contemporânea Bach é tido como o maior nome da música barroca, e muitos o vêem como o maior compositor de todos os tempos, deixando muitas obras que constituem a consumação de seu gênero. Entre suas peças mais conhecidas e importantes estão os Concertos de Brandenburgo, o Cravo Bem-Temperado, as Sonatas e Partitas para violino solo, a Missa em Si Menor, a Tocata e Fuga em Ré Menor, a Paixão segundo São Mateus, a Oferenda Musical, a Arte da Fuga e várias de suas cantatas
                           Igreja de São Tomás na cidade de Leipzig
Ouça a beleza um tanto quanto assustadora da Toccata & Fugue in d minor (BACH, J.S.)

http://youtu.be/_FXoyr_FyFw

Johann Sebastian Bach começou a A igreja se retirar da vida ativa a partir de 1747. Dois anos depois, operado de catarata por um charlatão inglês, ficou praticamente cego. A posição de Bach como um dos mais brilhantes luminares da música ocidental parece definitivamente assegurada, sua produção é uma das bases do atual repertório de concertos e para muitos críticos ele é o maior compositor de todos os tempos. A lista de compositores notáveis ao longo dos séculos XIX e XX que demonstraram ter recebido sua influência é impressionante, incluindo mestres que por sua vez foram de imensa importância.
Lester, Joel. Bach's works for solo violin: style, structure, performance. Oxford University Press US, 1999                                         fotos google
Melamed, Daniel R. J.S. Bach and the German motet. Cambridge University Press, 1995
Melamed, Daniel R. & Marissen, Michael. An introduction to Bach studies. Oxford University Press US, 1998
http://www.bach-brasil.com/
youtube

5 comentários:

  1. Querida amiga

    Não existe ano novo
    se não houver sonhos novos.
    Desejo que neste novo ano,
    cada dia de vida da sua história,
    seja vivido de modo calmo e pleno,
    e que possas viver
    o mais intenso caso de amor
    com a sua vida,
    e com os que fazem parte da sua vida.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  2. Maravilha ,novamente à ativa, nesse blog, encantando a todos nós! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Anônimo3/1/12 11:34

    Querido Aluisio: o ano novo é a continuidade do que acabou, não é mesmo? Mudanças somente ocorrerão se permitirmos que aconteça. Obrigada pela visita sempre tão motivadora. Abraços POéticos desta CaipiracicabANA Marly de Oliveira Jacobino

    ResponderExcluir
  4. Anônimo3/1/12 11:39

    Chica minha querida Chica: e a Joaninha passou por aqui e deixou sua cor e alegria. Obrigada, Chica pela visita sempre tão motivadora. Abraços POéticos desta CaipiracicabANA Marly de Oliveira Jacobino

    ResponderExcluir
  5. Voltei pra agradecer a linda poesia e dizer que já está no seu lugarzinho,rs beijos,chica e lindo dia!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário