terça-feira, 31 de maio de 2011

Adeus ao meu querido pai Celso de Oliveira!

"Meu pai foi além de um pai ele foi meu amigo nas pescarias da vida. Meu herói agora você mora dentro de mim!" Ana marly de Oliveira Jacobino
Publico aqui alguns sensíveis acalantos a minha alma como homenagem para todos os meus queridos amigos, familiares...
      Meu querido pai Celso de Oliveira e seu sorriso que contagiva a todos.
Agradeço a todos que me acompanharam e me deram amizade e carinho para conseguir entregar papai para o descanso eterno
O seu corpo esta sedo velado na sala A do Cemitério Parque Ressurreição o sepultamento será hoje (31 de Maio) as 16 horas no Cemitério Parque Ressurreição


                                             Querida Ana Marly
Quero pedir desculpas por não estar ao seu lado no momento tão difícil que precisou enfrentar com o falecimento de seu pai. Infelizmente estava trabalhando e não pude ir ao velório e enterro , desejo meus sentimentos a todos os familiares. Tenho certeza de que seu pai está num bom lugar .... afinal foi um homem digno e que sofreu muito com as enfermidades, agora se libertou do casulo, transformando num espírito de luz e paz. As minhas orações estão voltadas a todos vocês e que seu pai descanse em paz !
Um beijo especial prá vc, sua mãezinha querida e sua irmã. Fiquem com Deus !!!!
          Com carinho
                                     MarinaAssato

Recebi de Terezinha Sbrissa e a quem agradeço
          Querida Ana Marly,que dizer à você nesta hora tão triste?

                A morte chega cedo_ Fernando Pessoa

A morte chega cedo,
Pois breve é toda vida
O instante é o arremedo
De uma coisa perdida.
O amor foi começado,
O ideal não acabou,
E quem tenha alcançado
Não sabe o que alcançou.
E tudo isto a morte
Risca por não estar certo
No caderno da sorte
Que Deus deixou aberto.
À caríssima amiga Ana Marly e demais familiares,Seu querido paizinho realizou sua missão de modo total, neste planeta. Semeou o bem, agasalhou os seus com ternura, enfeitou seu universo familiar e de amigos com sua dedicação e alegria contagiantes. Alicerçados na Fé, dizemos confiantes: foi para a verdadeira vida. Contudo, seus frutos deram e continuarão produzindo novas e duradouras sementes, que o tornarão sempre presente, reproduzindo, eternamente, a razão de ser de sua existência: o amor.
Nossa solidariedade cristã à querida amiga, incluindo os demais familiares, nesse momento de perda e dor.
                      Fraternalmente,Leda e familiares
HOMENAJE A TU PADRE, MI AMIGO.

Se nos arruga la piel,los cabellos parecen de plata,
nuestros caminar se torna lento,los huesos frágiles
y el corazón canzado continúa amando.
En algún lugar de nuestra materia,
el alma imita a las águilas,
fortalece sus alas, y renueva su plumaje.
Aguarda...Aguarda...
el momento esperado e inevitable,
durante pocos o muchos años.
Rompe la jaula que la mantenía presa,
se liberta y remonta su vuelo,
hacia la eternidad.
Angela Reyes 30 de Mayo del 2011 Piracicaba
QUERIDA AMIGA ANA MARLY.

MEUS SINCEROS SENTIMENTOS PELA GRANDE PERDA.
ELE PARTE DEIXANDO SAUDADES DOS CARINHOS E DESVELOS RECEBIDOS PELA CARINHOSA FILHA,E TODA FAMILIA.

MEUS SINCEROS PESAMES.
                           MORRER     Elda Nympha Cobra Silveira
As pétalas da rosa
Foram escorrendo
Uma ...a uma
Como lágrimas pungentes,
Caídas do carro fúnebre
Na calçada molhada
Pela chuvinha fina
Também solidária na dor.
Nada mais resta, é o fim!
O fim de uma vida
Que nasceu para
Saber sofrer,
Aprender a perdoar
Usufruir do amor
Errar e acertar.
Agora, volta para o Pai
Que o espera
Para o reencontro final.
Ou inicial?
 Ana Anjinha: Imagino o quanto o seu coração tá apertadinho...e sei que palavra no mundo é capaz de confortar...pelo menos não as nossas de seres humanos... Mas, Deus em seu infinito amor e sabedoria estará cuidando do coraçãozinho de vocês... amparando sua amada mãezinha...
Sabe o que eu queria Ana... queria poder te abraçar... abraçar apertado...
Me perdoe por não estar aí pertinho...mas, saiba que meu coração está juntinho com o seu...e estarei aqui orando para que Deus suavize a dor, transformando em uma doce lembrança...
Te amo de todo coração minha amiga querida...fica com Deus...!!!
                                                  MelBraga**
Minha Massada, querida!

Cada um da sua família fez sua parte para que o Seu Celso, hoje esteja descansando no Céu, ele já está bem melhor que nós. Que DEUS na sua infinita bondade, dê a força e o conforto necessário para sua mãe, ela vai vai precisar muito, e para todos da família.
Conte comigo, sempre. Que DEUS dê tudo que vocês precisarem, pois vocês são uma família muito boa, maravilhosa.
Um abraço, com toda minha amizade.
Ivana Marisa Altafin.
"O TEMPO AMENIZA A DOR, O TEMPO CURA AS FERIDAS, O TEMPO É O MELHOR REMÉDIO PARA TODOS OS MALES, BASTA ACREDITAR, BASTA TER FÉ".
Papai Celso cantando com Eliana Vidal (Porcelana Brasileira) em um ensaio para o Sarau Literário Piracicabano
              Querida Ana Marly

Me lembro como se fosse hoje o dia que cantei com seu pai , a lembrança que tenho dele é de uma pessoa muito alegre e de uma energia contagiante.
Que Deus conforte toda família.
         Um abraço
                                  Eliane Vidal
Papai Celso e minha mãe Doca em um Sarau Literário Piracicabano um casamento de 66 anos.
                            Querida Mana Ana,
Fica tão difícil dizer o sentimento que nos vem, mesmo entendendo que em tudo isso há o amor de Deus.
Me lembrei das palavras da última entrevista de José Alencar quando questionadosobre a morte:
_ A morte deve ser uma coisa boa....porque Deus só nos dá boas coisas......elenos deu a vida......então, a morte também deve ser!
Sem contar que quantos amigos estão a espera dele: Meu pai, Raquel, Marisa,
Maria Emília, nossos avós, amigos,a Bisa, o Biso, vizinhos queridos,....quanta
gente boa deve estar lá......
Nós, sentiremos muitas saudades, mas ele, além de olhar por nós, será recebido
por todos com muito amor!
Sinta-se abraçada pela sua mana!
Divida sua dor comigo!
          Beijos
                     Mana Heloisa Guerrini
 Gosto de algumas imagens de anjos que com o indicador pedem silêncio. Talvez seja porque diante de certos eventos da vida não existam palavras, apenas sentimentos.                     
         Meu abraço solidário, querida Ana.

                      Richard Mathenhauer
Papai Celso de Oliveira um torcedor fánatico pelo nosso Nho Quim assistiu a subida do nosso XV de Novembro para a Primeira Divisão do Campeonato Paulista, mesmo já debilitado pela doença festejamos muito eu e ele.
O XV de Novembro perdeu um dos seus torcedores mais antigos e de todos os momentos!
                          Adeus meu pai já estou saudosa!

                                  Para os leitores e comentaristas da Agenda Cultural Piracicabana
Ah! Amizade como ela agiganta nestas horas em que nos deparamos com uma perda assim tão de pertinho. Como é importante esse dedilhar de palavras no nosso coração machucado. À vocês, que me deixaram um pouquinho de cada um através de palavras de sabedoria ou mesmo um abraço apertado, deixo aqui um abraço  e um beijo em cada um, através desta Agenda do meu coração!

        Abraços desta que os admira Ana Marly de Oliveira Jacobino

12 comentários:

  1. Ana... querida amiga,

    Que papai do céu receba seu papai de braços abertos, num forte abraço fraterno.

    Meus pesares
    DeusssssssssssssskitedeForças...
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. Ana anjinha...

    Há poucos dias recebi de ti um comentário lindo quando homenageva meu pai... ali você falava do amor pelo teu...
    Ana, o céu deve estar em festa pois, ganhou mais um anjo lindo e tenho certeza de que lá ele está distribuindo sorrisos encantando seus novos amigos... e revendo outros que fizeram parte de sua passagem aqui na Terra...

    Minha amadinha... queria estar pertinho pra te dar um abraço apertadinho... mas, saiba que meu coração tá juntinho do teu... e estamos aqui orando para que Deus suavize e transforme a dor de hoje numa doce e terna lembrança...

    carinho... todos e mais alguns...

    Mel***

    ResponderExcluir
  3. Puxa,Ana!

    Gostaria de poder dizer coisas que te pudessem conforta...Mas nessas horas, somos tão fracos ...

    Só posso desejar que tenhas força para essa dor suportar e te dizer que dói, dói muito, mas se transforma em saudade e depois ficarão as doces lembranças.

    Que ele descanse em paz.

    beijos pra ti!chica

    ResponderExcluir
  4. querida amiga Ana Marly, que tristeza, nessas horas nos faltam palavras, pois somente quem perde o seu amor, sente a dor da separação. Peço a Deus que lhe coragem e força para mais essa "provação" na sua vida, com a certeza de que o seu paizinho lá no céu vai estar olhando por todos nós.
    Sua dor me deixa triste.
    Mara Bombo

    ResponderExcluir
  5. Querida Marly, sinto muito por sua perda. Recentemente passamos por algo parecido e ainda estamos nos recuperando. Conte com nosso carinho e nossas orações. Força, amiga!

    ResponderExcluir
  6. Ana, Marisa, Doca, Durval e Guilherme.

    O Sr. Celso já está descansando em paz. Que seu exemplo de vida e alegria, possa confortar a todos da família com a força necessária para seguir a caminhada.
    -O Sr. Celso foi demais, muito alegre e esperto, só deixou boas lembranças.
    Não existem palavras certas, mas existem as palavras vindas do meu coração. Eu já passei por isso, e sei o quanto uma palavra, a presença de um amigo(a) nos conforta, nos dá forças para continuar nossa missão.
    Um abraço, meus sentimentos, minha amizade, meu carinho a todos da família.

    “Tens no tempo seu melhor amigo, ele é um santo remédio: ameniza a dor, cura as feridas, basta acreditar, basta ter fé”.
    Ivana.

    ResponderExcluir
  7. Ah! Amizade como ela agiganta nestas horas em que nos deparamos com uma perda assim tão de pertinho. Como é importante esse dedilhar de palavras no nosso coração machucado. A vocês que me deixaram um pouquinho de cada um de vocês um abraço apertado e um beijo em cada um que me deixou seu comentário nesta Agenda do meu coração!

    Abraços desta que os admira Ana Marly d Oliviera Jacobino

    ResponderExcluir
  8. Gosto de algumas imagens de anjos que com o indicador pedem silêncio. Talvez seja porque diante de certos eventos da vida não existam palavras, apenas sentimentos. Meu abraço solidário, querida Ana.

    Richard Mathenhauer

    ResponderExcluir
  9. Bom dia, querida
    Li sua última postagem sobre a leitura como forma de mandar a tristeza embora. Quando ia postar um comentário me chamou atenção a partida de seu pai.
    Dores que não temos palavras de conforto, por mais idosos que sejam nossos pais queremos eles sempre por perto. O meu partiu quando eu tinha 21 anos e até hoje sinto falta do seu afago, das suas palavras, dos seus ensinamentos. A mãe foi fazer companhia a ele há 10 anos e embora estivesse com 85 anos como eu a queria ainda muitos anos comigo.
    A dor vai passando e sendo substituida pela saudade.
    Desculpe-me me alongar demais, porém sua vivência despertou-me emoções fortes.
    Leitura boa que recomendo: "Perdas Necessárias", livro que fala das perdas em todos os sentidos não somente da morte.
    Hoje lá no Canteiros estou compartilhando a lição de vida do Carlos Rogério, quando puder dâ uma passadinha por lá.
    Sábado de alegrias procê.
    Meu abraço carinhoso.

    ResponderExcluir
  10. Caríssima Regina: os amigos e as suas vivências nos empurram para a frente e asim vamos colhendo nas suas palavras o amor tão procurado pelo ser humano e que esta bem a sua frente no dom fraterno da amizade. Abraços Poéticos desta CaipiracicabANA Marly de OLiveira Jacobino

    ResponderExcluir
  11. Ana querida
    Sinto muita pela perda de seu querido pai, e ainda mais por só agora estar sabendo... Esta foi a experiência mais dolorosa da minha vida, perder o meu pai.
    um grande abraço

    ResponderExcluir
  12. Obrigada querida Andrea pelo carinho e amizade neste momento de tanta dor. Ana Marly de OLiveira Jacobino

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário