terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Filmes e Psiquiatria assista aqui...

" O cinema consegue trazer as patologias psiquiátricas para perto do público e, isto é positivo para aumentar o conhecimento de quem assiste ao filme  relacionado ao problema das doenças mentais, e, de como elas podem ser tratadas, com grande chance do paciente ser reabilitado. O cinema, ajuda a alertar o público contra os preconceitos relativos as doenças de fundo psíquico e aos doentes. Além da Literatura, o Cinema tem acesso ao inconsciente e conduz o espectador a experiências emotivas e a criar empatia com a personagem e a sua vida, tornando-o deste modo um expectador!"
                                           Ana Marly de Oliveira Jacobino
Prot (Kevin Spacey) é um homem misterioso, que vive dizendo ter vindo do planeta K-Pax, distante 1000 anos-luz da Terra. Por causa disto ele é internado em um hospício, onde conhece o Dr. Mark Powell (Jeff Bridges), um psiquiatra disposto a provar que ele na verdade sofre de um grave distúrbio de personalidade. Mas as descrições de Prot sobre como é a vida em seu planeta acabam encantando os demais pacientes do hospício, fazendo com que eles queiram ir com Prot quando ele diz que está próximo o dia em que deverá voltar ao seu planeta. Elenco:
                                    Mary McCormack (Rachel Powell)

                                    Alfre Woodard (Dra. Claudia Villers)
                                    Ajay Naidu (Dr. Ajay Naidiu)
                                    Vincent Laresca (Navarro)
                                    Kimberly Scott (Joyce Trexler)
                                   Conchata Ferrell (Bett McAllister)
                                   Saul Williams (Ernie)  e outros
Assista: K-Pax Trailer : http://youtu.be/k752pRzOpNY
UM ESTRANHO NO NINHO _Randle Patrick McMurphy (Jack Nicholson), um prisioneiro, simula estar insano para não trabalhar e vai para uma instituição para doentes mentais, onde estimula os internos a se revoltarem contra as rígidas normas impostas pela enfermeira-chefe Ratched (Louise Fletcher). Mas ele não tem idéia do preço que irá pagar por desafiar uma clínica "especializada".
título original: (One Flew Over the Cuckoo's Nest) lançamento: 1975 (EUA)
direção:Milos Forman
atores:Jack Nicholson, Louise Fletcher, William Redfield, Michael Berryman.
Assista: Um Estranho no Ninho - Trailer : http://youtu.be/34z1o5vVWCw
 Bicho de Sete Cabeças _ Baseado em história real, adaptado do romance 'Canto dos Malditos', de Austregésilo Carrano, conta o drama do adolescente que é internado em hospício pelo pai autoritário quando descoberto fumando maconha. Produção superpremiada em todos os principais festivais nacionais e internacionais
O grande elenco de Bicho de Sete Cabeças foi premiado em vários festivais. Seus atores e atrizes receberam prêmios de "Melhor Ator", para Rodrigo Santoro, "Melhor Atriz" para Cássia Kiss e "Melhor Ator Coadjuvante" para Gero Camilo e Othon Bastos.
Importante: O filme abriu portas para uma nova maneira de pensar sobre as instituições psiquiátricas no Brasil e em torno disso foi aprovada pelo Congresso Nacional, uma lei que proíbe a construção dessas instituições.
                          Bodanzky, Laís; Bolognesi, Luiz. 2002. Bicho de sete cabeças. Editora 34. 143 páginas.
Assista: Cinema Bicho de 7 Cabeças - Rodrigo Santoro, Eduardo Mancini
                http://youtu.be/wZuHgGZDetA

Tratamento de Choque_ Após um mal entendido ocorrido a bordo de um avião, e que assume proporções cada vez maiores até sair totalmente de controle, o tranqüilo Dave Buznik (Adam Sandler) é sentenciado pelo juíza Daniels (Lynne Thigpen) a submeter-se a um tratamento de controle da raiva com o doutor Buddy Rydell (Jack Nicholson), em sessões cheias de homens e mulheres absurdamente excêntricos e explosivos. O método pouco ortodoxo de terapia de Buddy é baseado no confronto e no atrito, e Dave fica completamente desconcertado. Até que, após mais um contratempo, o juíza Daniels ordena que Dave opte entre intensificar o tratamento ou ir para a cadeia. É assim que Buddy acaba se mudando para a casa de Dave para ajudá-lo a combater seus demônios internos. Já Buddy parece não ter nenhum demônio reprimido, uma vez que exterioriza suas opiniões em toda e qualquer oportunidade, por exemplo, tecendo comentários lascivos sobre a namorada de Dave, Linda (Marisa Tomei), e incitando seu cliente a enfrentar de frente todos os insultos, do passado e do presente.

Assista ao  Trailer Tratamento de choque: http://youtu.be/qccZ9pC6_wI


A PSICANÁLISE NO DIVà  curso presencial e online
                         Enfim, a psicanálise no divã !
Um tratado da “Psicanálise do Século XXI”. Sua redação é o nosso projeto de 2012. O Corpo de Formação do IPLA vai se dedicar à produção de um livro pensado para as novas gerações de psicanalistas.
Veja a programação das aulas.
Curso presencial
Inscrição - marque sua entrevista pelos telefones:
11-30610947 / 30816346
Curso on-line: inscrições - clique aqui
Informações pelo e-mail: ipla@psicanaliselacaniana.com
Siga-nos: www.twitter.com/ipla_

 Faz parte do IPLA a psicanalista e locutora do Programa Mente em Forma na Educativa FM105,9 a Liége Selma Lise

"Amigos Leitores do Agenda Cultural Piracicabana: o link logo abaixo para você ouvir é sobre um programa que fiz e foi apresentado no dia 21/01/2012.

http://menteemforma105.podomatic.com/player/web/2012-01-29T15_04_10-08_00

"Aceitei fazer o Programa Mente em Forma para´poder passar a minha relação com um diagnóstico arrasador e de como convivi com a declaração do médico: "Se não operar com urgência a senhora têm três meses de vida!"                
                                                Ana Marly de Oliveira Jacobino
                                                                                                 fotos google
                                                                                                         youtube

domingo, 29 de janeiro de 2012

André Rieu e as sopranos brasileiras Carla Maffioletti, Carmen Monarcha ...

"eles fazem a diferença em um mundo de música descartável... André expõe toda a versatilidade musical tranportando para a orquestra sua vibrante atuação como maestro... e, as nossas meninas "brasileiras" : Carla e Carmem trinam com suas vozes neste cenário de sucesso de Andre Rieu e seus músicos e cantores pelo mundo...
                                                   Ana Marly de OLiveira Jacobino
 André Rieu Marie Nicolas Leon nasceu em Maastricht, Países Baixos no dia 1 de Outubro de 1949 é  violinista e regente. Aos 60 anos, André Rieu, conhecido como o "Embaixador das valsas", suas performances primorosas e modernas valeram-lhe os melhores postos das paradas clássicas da Billboard. O resultado são dez milhões de discos vendidos e uma carreira de sucesso em mais de trinta países.

Veja Carla e carmem cantando com André Rieu... Manhã de carnaval
http://youtu.be/7H1eeRpJFTQ

 Carmen Monarcha nasceu em Belém do Pará em 27 de agosto de 1979)é uma cantora de ópera. Nascida em uma família de artistas, seu pai é escritor e sua mãe, cantora. Ainda muito jovem, Carmen aprendeu a tocar violoncelo e piano, estudando inicialmente para tornar-se violoncelista de concerto.
Recebeu o aplauso da crítica ao vencer o Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão, competição anual realizada no Brasil, cujo nome homenageia a famosa cantora de ópera Bidu Sayão.
Ao terminar seus estudos nos Países Baixos, retornou ao Brasil, mas em 2003 estava de volta à Europa, cantando como solista na turnê anual de Rieu, em cuja orquestra está até hoje.
Carmen, uma soprano, participou em diversos álbuns de Rieu e apareceu em diversos programas de televisão nos Estados Unidos. Sua performance de O mio babbino caro, de Giacomo Puccini, é bastante elogiada, assim como sua Habanera de Carmen, apresentada na PBS norte-americana
                                    Ouça Viljalied sung com Carmem Monarcha http://youtu.be/ZtZqqvdS_sE
Carla Maffioletti nasceu em Porto Alegre em 1980, é cantora de ópera quando era criança começou a tocar violino para depois mudar para guitarra clássica. Seus talentos eram tão notáveis que no início de sua adolescência ela já excursionava por todo o Brasil. Na universidade iniciou aulas de canto e rapidamente desenvolveu sua voz. Multilingüística, Carla decidiu estudar canto no conservatório de música Conversatorium Maastricht, em Maastricht, nos Países Baixos, assim como fez sua amiga, Carmen Monarcha. Quando estudava na academia, ela chamou a atenção de André Rieu, que a contratou como vocalista para sua Johann Strauss Orchestra.
                                             www.AndreRieuFans.com
  Ouça um pouco mais do seu talento em The Rose sung:
http://youtu.be/K7IjuQux3DE

E, veja, Carla vestida de boneca cantando e encantando com Doll Song from Olympia (Offenbach) - André Rieu, Carla Maffioletti
http://youtu.be/oGo-jdBaZAk

André é  filho de um diretor de orquestra que fez dos seis filhos músicos, André já tocava violino aos cinco anos. Mas foi só quando tocou sua primeira valsa, enquanto estudava no conservatório, que a paixão pela música surgiu. Como violinista da Orquestra Sinfônica de Limburg, ele mantinha atividades musicais paralelas, gravando discos independentes.
Ouça a brasileira Carmem em HABAÑERA com ANDRE RIEU :
http://youtu.be/Xa7xyX4lNxE
Ele fala com fluência o dialeto Holandês, Inglês, Alemão, Francês, Italiano e Espanhol, atualmente está a frequentar aulas de Português(porém acha difícil o som nasal da língua Portuguesa. Os shows de André são exibidos no Brasil através da Rede Vida de televisão, na emissora, anunciou que fará uma de suas apresentações em território Brasileiro em breve.
André Rieu site oficial
           Veja Carma Monarcha com Andre Rieu - O Mio Babbino Caro (G. Puccini) HD
http://youtu.be/UsQ4DNUf1Rs


fotos google
youtube

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Lenine: O Poeta da Música se eleva e...

revela nos seus versos a beleza da sua alma poética. Indiferente aos ruídos do mundo o "Poeta Lenine" transcende o nirvana e mostra todo o explendor da luz em suas composições. Se ele escreve bem? Ele é excepcional: "De todos os meus CDs, elejo o "Olho de Peixe" como o mais importante de minha carreira, porque foi com ele que eu descobri que a música poderia me levar a qualquer lugar."
                                   Ana Marly de Oliveira Jacobino
                                                        Ouça "Olho de Peixe":
                                                                 http://youtu.be/-oAaUb8rl1w
Osvaldo Lenine Macedo Pimentel é pernambucano de Recife (2/2/1959), ouvia rock até os 17 anos, quando teve acesso ao disco "Clube da Esquina" de Milton Nascimento e assistiu a um show de Gilberto Gil. Aos 18 anos mudou-se para o Rio de Janeiro e participou do festival MPB 81, da TV Globo, com sua música "Prova de Fogo".
                             Escute e vibre com Lenine:
http://youtu.be/LMbaAXfRgsY
A beleza de Recife inunda os olhos e a riqueza da sua cultura expõe nos seus museus e na sua gente....
                                              O Último Pôr-do-sol_ Lenine
A onda ainda quebra na praia,
Espumas se misturam com o vento.
No dia em que ocê foi embora,
Eu fiquei sentindo saudades do que não foi
Lembrando até do que eu não vivi
pensando nós dois.
Eu lembro a concha em seu ouvido,
Trazendo o barulho do mar na areia.
No dia em que ocê foi embora,
Eu fiquei sozinho olhando o sol morrer
Por entre as ruínas de santa cruz lembrando nós dois (...)
Filho de um velho comunista e de uma católica praticante, criou-se porém uma espécie de détente na família. Até os 8 anos, os filhos eram obrigados a ir à missa com a mãe. Depois disso, ficavam por conta do pai: Marx era leitura obrigatória. Aos domingos, ouvia-se música de todo tipo - canções napolitanas,  música alemã, música folclórica russa, Glenn Miller, Tchaikovsky, Chopin, Gil Evans, e mais tarde, Hermeto Pascoal e os tropicalistas.
                 Gosto muito de Lenine  cantando "Todas Elas Juntas Num Só Ser":
http://youtu.be/y7KY5CO-bbA
 Lenine teve seu som gravado por Elba Ramalho, sendo ela a primeira cantora de sucesso nacional a gravar uma música sua. Depois vieram Fernanda Abreu, O Rappa, Milton Nascimento, Maria Rita, Maria Bethânia e muitos outros.
Lenine  um cantor, compositor, arranjador, escritor, letrista e músico que orgulho em dizer: nordestino e brasileiro.
                                                            Medo - Lenine
Lenine ganhou dois prêmios Grammy Latino: um pelo “Melhor Álbum Pop Contemporâneo” com seu álbum "Falange Canibal"; e outro em 2009 na categoria melhor canção brasileira com a música "Martelo Bigorna".
                                            Lenine - O que você faria
http://youtu.be/sOwkHMVEqqk
 Em 1982 lançou o primeiro LP, "Baque Solto", em parceria com Lula Quiroga. O segundo disco veio dez anos depois, em parceria com o percussionista Marcos Suzano: "Olho de Peixe".
A partir daí seu nome foi inscrito entre os renovadores da MPB que projetariam o gênero nos anos 90, já miscigenado a influências pop. Em 1997 saiu pela BMG seu primeiro disco solo, "O Dia em que Faremos Contato", com uma roupagem mais pop, misturando ritmos eletrônicos, influências nordestinas e samba. Dois anos depois lançou "Na Pressão", outro disco solo.


                              Roda Viva - Lenine - 23/01/2012 - Bloco 1
                                           http://youtu.be/oWNW02WF66Y
Segundo depoimento do próprio cantor: Lenine. Bio. Site oficial do artista. Página visitada em 15/10/2010.

↑ Lenine. Biografia
google
youtube

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Livros que marcaram a história...

"A contribuição destes livros para a cultura ocidental é marcado pela interação do leitor com a sociedade em que está inserido, então, com o passar dos séculos ficou mais fácil compreender a sua importância nos costumes, e, de como ainda hoje, eles marcam os seus leitores!"
                                            Ana Marly de Oliveira Jacobino
A Ilíada e a Odisseia são atribuídas a Homero, que julga ter vivido por volta do século VIII a.C, na Jônia (lugar que hoje é uma região da Turquia), e constituem os mais antigos documentos literários gregos (e ocidentais) que chegaram nos nossos dias. Ainda hoje, contudo, se discute a sua autoria, a existência real de Homero, e se estas duas obras teriam sido compostas pela mesma pessoa. A Ilíada é constituída por 15.693 versos em hexâmetro dactílico, que é a forma tradicional da poesia épica grega, e foi elaborada num dialeto literário artificial do grego antigo que nunca foi de fato falado, composto de elementos de outros dialetos.

             Odisséia: O poema relata o regresso do protagonista, um herói da Guerra de Troia, Odisseu (ou Ulisses, como era conhecido na mitologia romana). Como se diz na proposição, é a história do “herói de mil estratagemas que tanto vagueou, depois de ter destruído a acrópole sagrada de Troia, que viu cidades e conheceu costumes de tantos homens e que no mar padeceu mil tormentos, quanto lutava pela vida e pelo regresso dos seus companheiros”. Odisseu leva dezessete anos para chegar à sua terra natal, Ítaca, depois da Guerra de Troia, que também havia durado dez anos.HOMERO. Ilíada. Trad. Carlos Alberto Nunes. Rio de Janeiro: Ediouro, 1969.

 A Divina Comédia, Dante Alighieri, 1321 é um poema de viés épico e teológico da literatura italiana e da mundial, escrita por Dante Alighieri, e que é dividida em três partes: Inferno, Purgatório e Paraíso. O poema chama-se "Comédia" não por ser engraçado mas porque termina bem (no Paraíso). Era esse o sentido original da palavra Comédia, em contraste com a Tragédia, que terminava, em princípio, mal para os personagens.                   
Saiba + : A Divina Comédia propõe que a Terra está no meio de uma sucessão de círculos concêntricos que formam a Esfera armilar e o meridiano onde é Jerusalém hoje, seria o lugar atingido por Lúcifer ao cair das esferas mais superiores e que fez da terra santa o Portal do Inferno. Portanto o Inferno, responderia pela depressão do Mar Morto onde todas as águas convergem, e o Paraíso e o Purgatório seriam os segmentos dos círculos concêntricos que juntos respondem pela mecânica celeste e os cenários comentados por Dante num poema que envolve todos os personagens bíblicos do antigo ao novo testamento são costumeiramente encontrados nas entranhas do inferno sendo que os personagens principais da Divina Comédia são o próprio autor, Dante Alighieri, que realiza uma jornada espiritual pelos três reinos do além-túmulo, e seu guia e mentor nessa empreitada é Virgílio o próprio autor da Eneida.

As viagens de Gulliver, Jonathan Swift, 1726 : narrativa inicia-se com o naufrágio do navio onde Gulliver seguia. Após o naufrágio ele foi arrastado para uma ilha chamada Lilliput. Os habitantes desta ilha, que eram extremamente pequenos, estavam constantemente em guerra por futilidades. Foi através dos lilliputianos que Swift demonstrou a realidade inglesa e francesa da época.
          Na segunda parte, Gulliver conheceu Brobdingnag.Em contraposição a Liliput, na terra de Gigantes é que Gulliver percebe a Dimensão da mediocridade da sociedade inglesa diante da "grandeza" dos habitantes.
         Já na terceira parte Na ilha Flutuante de Laputa, Swift criticou a Royal Society, a administração inglesa na Irlanda e a imortalidade, através da descrição dos habitantes dos países por onde Gulliver passou, com alienados cientistas, é uma feroz crítica ao pensamento cientifico que não traz benefícios para a humanidade.
         Na última viagem Gulliver encontrou os Houyhnhm, uma raça de cavalos que possuía muita inteligência, que representavam os ideais iluministas da verdade e da razão. Os Houyhnhm temiam que alguém dos Yahoo (uma raça imperfeita de um tipo de "humanos") movidas por instintos primitivos, se tornasse culto, satirizando a raça humana. Gulliver vê a humanidade como yahoos e toma nojo do ser humano.
         No final Gulliver regressou a Inglaterra para ensinar aos outros as virtudes que aprendera com os Houyhnhm
   Assista ao filme: Gulliver's Travels (2010) Versão planejada para as aventuras de Gulliver em Lilliput, estrelando Jack Black, Billy Connolly, James Corden, Amanda Peet, Chris O'Dowd
Orgulho e Preconceito, Jane Austen, 1813, o universo do livro é o mesmo da Inglaterra rural e das caçadoras de marido que consagrou Austen como hábil cronista do cotidiano de seu tempo. Jane fala com desenvoltura do amor, do desejo reprimido, da energia feminina, da sensualidade aprisionada em espartilhos que mal deixavam as damas respirarem. Por baixo da maquiagem e das incontáveis peças de roupa que impediam o contato mais direto de homens e mulheres.
            Os personagens seguram a história, pouco rica em descrições de paisagens. pois Jane Austen é a autora que fala de dentro para fora e não de fora para dentro. Não é o lugar que molda as pessoas, mas seus conflitos psicológicos, seus embates entre fé e razão. A luta não se dá contra a natureza selvagem, mas contra a natureza humana e as convenções que aprisionam e frustram. A redenção, – oh romântica Jane -, se dá pelo amor verdadeiro, um amor capaz de vencer o orgulho da casta e o preconceito do julgamento precipitado.
               Assista ao filme: Orgulho e Preconceito (Price and Prejudice, Inglaterra, França, EUA, 2005
                                        Rumo ao Farol_ Virginia Woolf , 1927
A história começa com a família Ramsay e amigos de férias numa ilha nas costas da Escócia durante a Primeira Guerra. Anos depois, os sobreviventes se encontram no mesmo lugar, e as evocações do que foram são inevitáveis. Virginia dizia que o casal do romance, publicado em 1927, fora baseado em seus pais: a mulher mandona e radiante, e o marido egoísta.
        Virginia Woolf foi uma das principais inovadoras da prosa inglesa no século 20.

HOMERO. A Ilíada. Trad. Fernando C. de Araújo Gomes. Rio de Janeiro: Ediouro, 1996. (12a. ed., 2005)
Gonçalves, Maria Isabel Rebelo, Épica, Épicas, Épica Camoniana, Lisboa, Cosmos, 1997.
Premiado sítio dedicado à Comédia, por Helder L. S. da Rocha
Internet Archive: Details: Gulliver's Travels
fotos google
youtube

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

«A diva dos pés descalços: Cesária Èvora deixa...

Saudades. Césaria apresentava descalça nos palcos, em solidariedade aos sem-teto,  às mulheres e crianças pobres de seu país, Cabo Verde. Uma vida repleta de amargura desde a infância não a abateu, a  sua voz foi seu instrumento de fraternidade e solidariedade aos humildes. Fique em paz, Cesária! "
                                                                Ana Marly de Oliveira Jacobino
              Conheça um pouco da sua voz e de seu país: Cabo Verde:
                                    http://youtu.be/TJKF21vy6lY
Cesária Évora nasceu em Mindelo, no dia 27 de agosto de 1941 e faleceu em  Mindelo no dia 17 de dezembro de 2011 foi a cantora de maior reconhecimento internacional de toda história da música popular cabo-verdiana.
             Ouça a sua bela voz cantando Besame Mucho :
                                      http://youtu.be/Esdl_3kKSBk
Aos vinte anos foi convidada a trabalhar como cantora para o Congelo - companhia de pesca criada por capital local e português -, recebendo conforme as actuações que fazia. Em 1975, ano em que Cabo Verde conquistou a independência, Cesária, frustrada por questões pessoais e financeiras, aliadas à dificuldade económica e política do jovem país, deixou de cantar para sustentar a família. Durante este período, que se prolongou por dez anos, Cesária teve de lutar contra o alcoolismo.
                Cesaria Evora - Beijo Roubado
                                        http://youtu.be/YiWwTIu1Ma4
                                           A bela Mindelo em Cabo Verde
Évora uma ex-cantora de bares na cidade de Mindelo, na ilha de San Vicente, tornou-se subitamente uma celebridade mundial com seu terceiro disco, Miss Perfumado, em 1992, e pouco depois realizou dois shows triunfais em Paris.

Embora o sucesso tenha chegado tarde para esta artista, que, na época, já tinha mais de 50 anos, ele nunca parou de crescer.
Que voz linda Cesária Évora deixa Saudade:
                        http://youtu.be/RhwmyfFpmLs
Em 2004 conquistou um prémio Grammy de melhor álbum de world music contemporânea. O presidente francês, Nicolas Sarkozy, distinguiu-a, em 2009, com a medalha da Legião de Honra entregue pela ministra da Cultura francesa Christine Albanel.
"Não tenho forças, não tenho energia. Gostaria que dissessem aos meus admiradores: sinto muito, mas agora preciso descansar. Lamento infinitamente ter que me ausentar devido à doença, gostaria de dar ainda mais prazer aos que me seguiram durante tanto tempo", disse Évora ao jornal francês Le Monde ao anunciar o fim de sua carreira, no dia 23 de outubro.
                   Negue, Cesaria Evora
                                    http://youtu.be/lzy-shoMzvQ
Em setembro de 2011, depois de cancelar um conjunto de concertos por se encontrar muito debilitada, a editora, Lusafrica, anunciou que a cantora pôs um ponto final na longa carreira.
Morreu no dia 17 de dezembro de 2011, com 70 anos, por "insuficiência cardiorrespiratória aguda e tensão cardíaca elevada".

Escute e veja essa maravilhosa interpretação: Marisa Monte & Cesária Évora - É Doce Morrer no Mar
                http://youtu.be/9NWC1rEPMbE

Página oficial (em português, inglês e francês)
Rui Cidra, "Migração, Performance e Produção de Fonogramas": Cesária Évora e a (…) música popular de Cabo Verde
Cesaria Evora termina a carreira aos 70 anos
fotos google
youtube

sábado, 21 de janeiro de 2012

Mente em Forma e bem estar físico e mental...

"Aceitei fazer o Programa Mente em Forma para´poder passar a minha relação com um diagnóstico arrasador e de como convivi com a declaração do médico: "Se não operar com urgência a senhora têm três meses de vida!"                  
                                                       Ana Marly de OLiveira Jacobino

                                                        Mente em forma 105

Amanhã (Domingo, 22 de Janeiro de 2012)  pela sua Educativa FM, as 8hs da manhã no Programa Mente em Forma 105, a nossa convidada especial e a Coordenadora do Sarau Literário Piracicabano: Ana Marly de OLiveira Jacobino entrevista pela psicanálista  Liége Selma Lise e o professor de Educação Física Rogério Cardoso





 Irá ao ar neste Domingo às 8 horas da manhã o  Programa o Mente em Forma 105 na Radio Educativa FM , um programa voltado para o bem estar físico e mental, que visa difundir a relevância da prática de atividades físicas aliada à mudança de comportamento. Anote na sua agenda e não perca! Comece o seu domingo com saúde!
A Psicanalista e apresentadora do Programa Mente em Forma 105, Liége Selma Lise que faz parte do Instituto da Psicanálise Lacaniana (IPLA) recebeu um prêmio científico internacional em conjunto com outros autores. O trabalho premiado foi o - Efeitos da Psicanálise nas Desordens Neuromusculares -, apresentado no 16º Congresso Internacional da World Muscle Society.
                    Ana Marly conta sobre a sua experiência com literatura, atividade física em conjunto com  a sua força de viver!
 Encaminhe suas perguntas e comentários para os nossos endereços eletrônicos:

• NO FACEBOK - Mente em forma 105
• NO BLOG - menteemforma.blogspot.com
• NO TWITTER - @menteemforma105
Tenham uma ótima semana!
Liege Lise e Rogério Cardoso
                                           fotos: Liége Selma Lise e Google
                                                    Aconteceu em Piracicaba:
                      Rio de Piracicaba com a nova ponte ao fundo
                                                 Amantes da Literatura
 Ana Marly, Raquel, Lili e Robson no Terminal Rodoviário no dia da "Escrita Solidária das Amantes da Literatura"
               Escrita Solidária de cartões  no interior do Terminal Municipal de Piracicaba
Adeus para a nossa querida Diretora da Biblioteca Pública Municipal que deixa o cargo após 13 anos de um trabalho competente
 Angela Reyes na despedida de Lucila Calheiros Silvestre
            Rio de Piracicaba ao anoitecer com as chuvas deste verão ele esta belo e vistoso, mas, logo com o final da estação da chuva com a dilapidação feita pelo Sistema Cantareira o nosso rio fica quase seco: "pele e osso"!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Fica sempre um pouco de perfume...

Lucila e Ana Marly
"Para Lucila Calheiros Sivestre uma apaixonada pelos livros o nosso muito obrigada pelos serviços prestados a Biblioteca Pública Municipal. a literatura agradece!
Foto do prédio novo da Biblioteca Pública Municipal construida ainda na direção de Lucila C. Silvestre

 Amor, Amizade, Competência, Trabalho: é o seu nome...
                                            Ana Marly de Oliveira Jacobino
O que nos uniu foi a Literatura! Eu vinha concretizando um sonho utópico, incentivada que fui por duas amigas da minha mais alta estima: Heloisa e Liége. Passava por grandes dificuldades com minha saúde, e, elas, me abraçaram e a Literatura nos abraçou. E, deste modo o Sarau Literário Piracicabano começou. Sem local para reuniões fazíamos dos cafés e lanchonetes nossos parceiros. Para fazer as pesquisas dos literatos homenageados procurava os livros na Biblioteca do Seminário Seráfico e na Biblioteca Municipal. E, deste modo entre uma palavra e outra, ela foi chegando de mansinho... Mostrando competência numa paradoxal solitude amorosa, claro, que não foi difícil ficar sua amiga, e mais do que isto, vibrarmos pela mesma paixão: os livros!
Está não é a primeira vez que escrevo sobre ela, outras vezes solicitei das nossas vivências para fazer das palavras motivos para homenageá-la, inclusive no próprio sarau. Ela sabia as dificuldades de incentivar a propagação da literatura para toda a sociedade piracicabana, e, por isso, colaborou com o nosso trabalho. Sim, nosso trabalho, ela não excluiu ninguém relacionado ou não com os grupos literários. A Biblioteca e ela sempre estavam nos esperando!
O movimento literário cresceu e se expandiu e a sua receptividade foi à força para que fossemos em frente, mesmo diante dos obstáculos que não foram e não são poucos. Dia destes, ela, me contou que estava deixando o cargo. Fiquei atônita! Algo ruiu dentro de mim. Como?! Afinal, treze anos há frente de tantos eventos fica difícil dizer adeus. Olhei nos seus olhos e vi que eles estavam tranqüilos mostrando aquela satisfação do dever cumprido. Sequei minhas lágrimas, abençoei seu trabalho, certa que ela vai alçar outros vôos sem esquecer-se da importância dos livros nas nossas vidas.
Lucila Calheiros Silvestre, o seu trabalho como um todo, além dos treze anos a frente da Biblioteca Pública Municipal “Ricardo Ferraz de Arruda Pinto” dignifica toda a classe do funcionalismo público, tanto que isto é verdade, que o Sarau Literário Piracicabano no dia 14 de Fevereiro irá homenagear todos os “Funcionários da Biblioteca”, incluindo você, fiel escudeira das letras, junto a um dos nossos maiores compositores da nossa MPB: “Ary Barroso”. Ah! Para fechar com “chave de ouro”, o seu trabalho diante da direção, e em conjunto com os funcionários da Biblioteca Municipal, o tema do sarau: “Sempre é Carnaval! Sempre é Alegria!”.
Para você, Lucila Calheiros Silvestre e aos Amigos-Funcionários da nossa Biblioteca Pública Municipal fica as palavras de sabedoria do nosso poeta-filósofo Mário Quintana :
“Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano Vive uma louca chamada Esperança E ela pensa que quando todas as sirenas Todas as buzinas Todos os reco-recos tocarem Atira-se E — ó delicioso vôo! Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada, Outra vez criança... E em torno dela indagará o povo: — Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes? E ela lhes dirá (É preciso dizer-lhes tudo de novo!). Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam: — O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA.”
 Lucila no lançamento do livro do escritor Otacílio
 fotos Ana Marly e google

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Elis Regina; 30 anos sem a sua "Voz tão Bela"...

"Ei, tem jangada no mar.Eh! eh! eh! Hoje tem arrastão" ainda tenho na minha memória Elis Regina com o seu cabelo preso como bolo de noiva, vestido branco (feito de renda), e os braços levantados cantando no festival, marcou! Eu, uma criança fiz daquele momento uma marca na minha vida. Pude acompanhar com a minha família os festivais fazendo história, graças a participação do meu tio Maestro Marconi Campos da Silva componente do Trio Marayá... Quanta história! Quantos compositores! Quanta beleza musical! O país sofria com o regime militar e a música crescia em importância e qualidade! Na contramão da violência as flores das palavras dos nossos compositores!""      Ana Marly de OLiveira Jacobino
 "Arrastão", que venceu o I Festival de Música Brasileira, realizado pela extinta TV Excelsior e alçou tanto Elis quanto Edu Lobo ao sucesso nacional, em 1965.
                           Veja o video histórico:
                                            http://youtu.be/oqsR46k-FM0
 Elis Regina Carvalho Costa nasceu em Porto Alegre em 7 de março de 1945 e morreu  em São Paulo no dia  19 de janeiro de 1982. Elis foi uma das maiores intérpretes brasileira. Conhecida por sua presença de palco marcante e com a sua voz e sua personalidade, Elis Regina é considerada por muitos críticos, comentadores e outros músicos a melhor cantora brasileira de todos os tempos. E para os críticos mundiais uma das três mais bela voz do século XX.
          Vibre com Elis Regina e Wilson Simonal: Vem Balançar (1966)
 Elis Regina aventurou-se por muitos gêneros; da MPB, passando pela bossa nova, o samba, o rock ao jazz. Interpretando canções como "Madalena", "Como Nossos Pais", "O Bêbado e a Equilibrista", "Querelas do Brasil", que ainda continuam famosas e memoráveis, registrou momentos de felicidade, amor, tristeza, patriotismo e ditadura militar no país. Ao longo de toda sua carreira, cantou canções de músicos até então pouco conhecidos, como Milton Nascimento, Ivan Lins, Renato Teixeira, Aldir Blanc, João Bosco, ajudando a lançá-los e a divulgar suas obras, impulsionando-os no cenário musical brasileiro. Entre outras parcerias, é célebre os duetos que teve com Jair Rodrigues, Tom Jobim, Simonal, Rita Lee, Chico Buarque—que quase foi lançado por ela não fosse Nara Leão ter o gravado antes—e, por fim, seu segundo marido, o pianista César Camargo Mariano, com quem teve os filhos Pedro Mariano e Maria Rita. Mariano também ajudou-a a arranjar muitas músicas antigas e dar novas roupagens a elas, como com "É Com Esse Que Eu Vou".

                        Ouça Elis Regina cantando: O Bebado e A Equilibrista
                               http://youtu.be/6kVBqefGcf4
                             Elis Regina e o genial tom Jobim:
                                                       http://youtu.be/srfP2JlH6ls
Fã incondicional de Angela Maria, a quem prestou várias homenagens. Em 1968, uma viagem à Europa a lança no eixo musical internacional, conquistando grande sucesso, principalmente no Olympia de Paris, onde se tornou a primeira artista a se apresentar duas vezes num mesmo ano, naquela que é a mais antiga sala de espetáculos musicais de Paris.
 Elis foi quem  lançou boa parte dos compositores até então desconhecidos, como Milton Nascimento, Renato Teixeira, Tim Maia, Gilberto Gil, João Bosco e Aldir Blanc, Sueli Costa, entre outros. Um dos grandes admiradores, Milton Nascimento, a elegeu musa inspiradora e a ela dedicou inúmeras composições.
                Elis e Tom - Corcovado - 1974
                           http://youtu.be/W6hEHSy_J3g

                        Elis Regina e Zimbo Trio em foto histórica
Elis Regina e Zimbo Trio - Zambi :
http://youtu.be/pslyNiMbUaE
 Vinicius de Moraes teve 20 de suas composições gravadas por Elis. As já citadas quatro em parceria com Edu Lobo, mais sete com melodias de Baden Powell – entre elas, "Canto de Ossanha" –, oito compostas junto com Tom Jobim, cinco delas no disco "Elis & Tom", além de "Valsa de Eurídice", música e letra de Vinicius.

ELIS REGINA -SAMBA DO AVIÃO -(Tom Jobim e Vinícius de Moraes) - TV ALEMÃ -1972 -VS. INGLÊS.
                          http://youtu.be/nzf6a5Or2j8

“Vamos embora. Ela não vem.Ela está muito ocupada com outras coisas, imagina se vai ter tempo pra mim”. Quando Elis finalmente chegou a Botafogo, deu um longo abraço em Adoniran e entrou sem demora no estúdio para realizar o primeiro ensaio de “Tiro ao Álvaro”. O veterano artista olhou para Elifas, incrédulo: “E não é que ela veio mesmo, rapaz?”
                     Elis Regina & Adoniran Barbosa - Tiro ao Àlvaro:
                http://youtu.be/lpEAQg6LEtg


 Elis Regina tinha um temperamento complicado, explosivo e, muitas vezes, infelizfaleceu aos 36 anos de idade em 19 de  Janeiro de 1982, devido a complicações decorrentes de uma overdose de cocaína, e bebida alcoólica. Contradições de uma vida movimentada pela genialidade!

Elis Regina Por Ela Mesma. (1995) Org. Osny Arashiro. São Paulo: Martin Claret. 2.ed. rev. 2004. 229p. ISBN 8572320857.

O Melhor de Elis Regina. (2003) Melodias cifradas com as letras de 28 músicas do repertório de Elis Regina. Ed. Irmãos Vitale.
Osny Arashiro, Elis Regina por ela mesma. M. Claret, 1995
                                                         A Poesia esta de luto

Nasceu na Fazenda Cruz de São Miguel, município de Bom Conselho, estado de Pernambuco, no dia 18 de setembro de 1938. Filha de Pedro Feitoza  de Lima e de D. Joanira Feitoza de Lima (falecidos). Formada em Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras "Santana”, de São Paulo. Assídua colaboradora da Imprensa. Pertence à Casa do Poeta de São Paulo, União  Brasileira de Escritores (UBE-SP), União Brasileira de  trovadores (UBT-SP), Clube da Simpatia-Olhão-Portugal, Casa de Francisca Júlia, da cidade de  Eldorado (SP), Movimento Poético em São Paulo e outras. Faz parte de várias coletâneas.Premiada em vários concursos de trova,poesias e haicais.Atual vice-presidente da Casa do Poeta "Lampião de Gás" de São Paulo.Colaborou com poesia em vários programas de Rádio."Saudade Também  tem Hora",na extinta Rádio Excelsior de São Paulo,do  radialista Délio Santos;Rádio Piratininga  de São Paulo, e Rádio Mulher, nos de Silvana Aguiar. Na Rádio Cometa,de São Paulo,dizia poesias em  um programa que a Casa do Poeta apresentava.Algumas vezes foi ao programa de  Valdir Brambila, na Rádio Nacional de São Paulo, atual Rádio Globo.Em inúmeras ocasiões disse poesias no "Cantinho Poético ",de Maria de Lourdes Macedo,poetisa  que ficou mais de vinte anos,na Rádio São Paulo.Também colaborou no "Velho Realejo" do radialista , Salomão Júnior. No programa de Alexandre Nemeth, na  Rádio Gazeta de São Paulo.
 fotos google
youtube